Central de Atendimento

Central de Atendimento

75 3321-8100

Nutrigenética

Nutrigenética

08 de Setembro de 2016 - 12:27:56h

NUTRIGENÉTICA

Pensando em saúde e bem-estar, o Vitalab – Medicina Diagnóstica oferece exames de diagnóstico nutrigenético. Um amplo processo de análise do DNA, capaz de oferecer respostas completas sobre a relação existente entre corpo e nutrição.

A nutrigenética é baseada em observações das respostas individuais à determinada modificação na dieta e também em hipóteses que estas diferentes respostas sejam associadas à presença ou ausência de marcadores biológicos específicos.

O painel nutrigenético possui a vantagem de analisar vários genes relacionados ao funcionamento do organismo humano, fornecendo um relatório com informações importantes sobre metabolismo, dieta, nutrição e prática de exercícios, garantindo respostas mais rápidas e eficientes para dietas e tratamentos, otimizando a saúde e prevenindo doenças.

É possível analisar:

  • Genes associados à obesidade
  • Regulação do metabolismo e características comportamentais
  • Risco do desenvolvimento de Diabetes Melitos 2
  • Hipertensão arterial sistêmica
  • Metabolismo de vitaminas
  • Intolerâncias alimentares
  • Modulação da resposta inflamatória e estresse oxidativo/destoxificação
  • Peso saudável
  • Atividade física e exercícios
  • Equilíbrio nutricional da dieta 

Painel Genômico para Condicionamento Físico

Pathway Fit 

O Pathway Fit analisa mais de 100 marcadores genéticos conhecidos que impactam no metabolismo, exercícios e uso de energia pelo corpo humano. Esses marcadores são expressos em diversos órgãos, como: cérebro, estômago, intestino, músculo, pâncreas, assim como diretamente no tecido adiposo. Através do painel genômico para condicionamento físico, é possível analisar o funcionamento desses marcadores genéticos, detectando como um determinado corpo processa açúcares, gorduras, nutrientes e vitaminas. Nosso laudo também inclui uma análise detalhada de como um corpo humano responde aos exercícios e sua performance, oferecendo estratégias para ajudá-lo a alcançar o desempenho ideal para manter um peso saudável baseado em sua genética específica.

As estratégias incluem dieta, nutrição e programas de exercício personalizados, com base em sua genética.

O Pathway Fit pode ajudar pessoas que precisam:

  • Controlar peso
  • Aumentar performance física e mental
  • Maximizar energia
  • Prevenir doenças pela análise de seu código genético.

Através do exame é possível entender melhor tais características, como: 

  • Metabolismo
  • Comportamento alimentar
  • Resposta ao exercício, assim como a melhor forma de alcançar e manter um peso saudável e estilo de vida.

Teste Nutrigenético Infantil – NUTRIJUNIOR

Essa nova ferramenta molecular possibilita terapias personalizadas através da identificação de condições que podem afetar a saúde da criança e que podem ser modificadas ao longo da vida. O objetivo primordial do teste Nutrijunior é promover uma ação modificadora no estilo de vida do indivíduo que influencia o potencial de expressão gênica, desde os primeiros anos de vida da criança. Com testes preditivos podemos buscar uma ação preventiva que irá retardar ou até mesmo evitar o aparecimento de doenças crônicas.

Genes avaliados para controle e prevenção de doenças futuras:

  • Obesidade e Diabetes do tipo 2: controle e prevenção de obesidade, resistência à insulina, diabetes do tipo 2 e doenças cardiovasculares;
  • Desregulação do metabolismo de lipídio: Controle e prevenção de dislipidemias, síndrome metabólicas, e doenças cardiovasculares;
  • Hipolactasia Primária (Intolerância à lactose): Controle e prevenção de intolerância à lactose, doenças metabólicas, inflamatórias e autoimunes;
  • Doenças Celíacas: Controle e prevenção;
  • Desregulação do Metabolismo do Folato: controle e prevenção de trombose, doenças cardiovasculares, atraso na taxa de crescimento e disfunções neurológicas.;
  • Deficiência de vitamina D: Controle e prevenção de osteoporose, raquitismo do tipo II dependente de vitamina D, hiperparatireoidismo doenças inflamatórias, dermatoses da pele e doenças autoimunes.

PERFIL DETOX - DESTOXIFICAÇÃO

A resposta inflamatória, o estresse oxidativo e as vias de desintoxicação estão intimamente relacionadas. O processo de respiração celular para obtenção de energia que ocorre nas mitocôndrias dá origem a espécies reativas de oxigênio, o que pode aumentar a possibilidade de que componentes intracelulares sejam modificados por oxidação.

Durante o processo normal de respiração, uma parte do oxigênio consumido pelas células resulta na formação de espécies reativas de oxigênio. Um desbalanço entre a produção de espécies reativas de oxigênio e a destoxificação das mesmas pelo sistema de defesa antioxidante pode levar a um estado de estress oxidativo exacerbado, e consequentemente a danos oxidativos em todas as células do organismo.

  • Genes associados a enzimas presentes na matriz mitocondrial que atua na redução dos níveis celulares de radicais livres.
  • Genes que atua no processo inflamatório e extresse oxidativo/destoxificação.
  • Genes relacionados a enzimas de destoxificação célula.

GenoGym

O desempenho esportivo está associado com muitas características como peso, altura, composição corporal, capacidade cardiorrespiratória, capacidade de utilização do glicogênio e lipídeos, bem como os tipos de fibras musculares e aspectos psicológicos.

Nesse teste são avaliados genes importantes envolvidos com aptidão física, visando o melhor direcionamento para o treinamento e performance. Além disso, auxilia a evitar riscos de lesões, uma vez que haverá adequação ao treino, seja o de endurance ou de força.

Neste perfil, são analisados os seguintes polimorfismos:

  • BDKRB2 (Receptor B2 de bradicinina)
  • AGT (Angiotensinogênio)
  • Enzima conversora de angiotensina (ACE) (I / D)
  • ACTN3 ( - actinina 3)

Composição Corporal – OBESIDADE

Por se tratar de uma doença multifatorial com contribuição evidente do ambiente, mas que revela um forte componente genético. O conhecimento do perfil genético é fundamental para evitar ou controlar, de uma forma eficiente, a obesidade e os riscos que ela traz à saúde.

  • FTO (Fat mass and obesity associated)
  • SH2B1 (Associado à sensibilidade de leptina e insulina)
  • GNPDA2 (Associado à adiposidade corporal)
  • PLIN (Pirilipina)
  • GNB3 (Associado ao peso pós-gestacional)
  • INSIG2 (Predisposição ao acúmulo de gordura subcutânea)

INTOLERÂNCIA À LACTOSE

A intolerância à lactose significa uma diminuição na atividade da enzima lactase. A presença do polimorfismo confere um maior risco de desenvolver intolerância à lactose, devido a alterações na “produção” da enzima lactase.

Apenas nos indivíduos que não possuem o alelo de persistência da lactase, os sintomas da intolerância à lactose podem ser detectáveis em crianças com menos de 5 anos de idade numa frequência de aproximadamente 20% dentre as crianças hispânicas, asiáticas e negras enquanto que nas crianças caucasianas os sintomas típicos de intolerância à lactose não se manifestam até a idade de 5 anos. Portanto, o início e extensão dos sintomas são variáveis dependendo de fatores ambientais e epigenéticos.